[SiEmpresarial | SiOfi] Consulta DFe (Notas recebidas)

Como vocês já sabem, é possível fazer um Documento de Entrada informando a Chave da NFe. Trazemos agora uma novidade que irá acelerar ainda mais esse processo: o novo receptor de NFes recebidas, ou DFe.
Nessa nova tela você poderá filtrar e listar as NFes emitidas contra o CNPJ da sua empresa. Para testar, acesse o menu: Fiscal > Consulta DFe.
Ao abrir a tela, você encontrará o filtro de Data e Empresa, e clicando no botão “PESQUISAR DFe” serão listadas as NFes encontradas; nos resultados encontrados vocês terão essas opções:

  1. VISUALIZAR A DANFE
    Dê 2 cliques na NFe desejada, e a DANFe da mesma será exibida em PDF, podendo imprimir-la ou salvar no seu local de preferência.
  2. FAZER DOWNLOAD DO XML/PDF
    Selecione as NFes desejadas e clique no botão inferior esquerdo “DOWNLOAD XML/PDF”, os arquivos serão salvos no parâmetro “DIR. COMPRA”, que será exibido ao lado.
  3. FAZER DOCUMENTO DE ENTRADA
    Clicando com o botão direito do mouse em cima da NFe que desejar, você pode escolher a opção “DOCUMENTO DE ENTRADA – GERAR”, o XML da mesma será baixado e carregado o IMPORTADOR XML para concluir a operação de Entrada de Estoque.
  4. GERAR CONTAS A PAGAR (CONSUMO S/ ESTOQUE)
    Clicando com o botão direito do mouse em cima da NFe que desejar, você pode escolher a opção “CONTAS A PAGAR – GERAR PARCELAS”, o sistema irá identificar as faturas e duplicatas dentro do XML e irá mostrar a tela de gerar parcelas do contas a pagar já preenchendo a maioria das informações, limitando a alguns cliques a geração das parcelas.
  5. ABRIR / CADASTRAR FORNECEDOR (PESSOA)
    Você ainda pode abrir o cadastro do fornecedor ou ainda mesmo cadastra-lo com apenas 1 clique: botão direito do mouse e escolha a opção “PESSOA / ABRIR / CADASTRAR”; o sistema irá identificar o cadastro pelo CNPJ, evitando assim, cadastros duplicados.

Para saber mais, veja o nosso vídeo:

[SiEmpresarial | SiForm | SiOfi] – Contas a Receber

Com a função de contas a receber o usuário consegue efetuar recebimentos de diversas maneiras, desde um único recebimento até mesmo vários recebimentos simultâneos.

Para estar utilizando essa função, basta clicar na opção Contas a Receber localizada no menu superior dos nossos ERPs.

Com a tela do contas a receber você pode dar baixa nos recebimentos das seguintes maneiras:

  • Baixa Individual – Que consiste em dar baixa em um único recebimento gerado a partir de um pedido de venda ou manualmente.
  • Estorno de caixa – Retorna o dinheiro que foi pago no recebimento em caso de cobrança indevida ou algo que possa não estar correto com o recebimento em si.

Além dessas opções, temos a opção de Baixa em Lote do Contas a receber, essa opção pode ser acessada de duas maneiras, a primeira através do “Menu Financeiro > Contas a Receber > Baixa em Lote” e a segunda clicando no símbolo de “$” na tela de pesquisa. A vantagem de se utilizar a segunda opção é que se o usuário tiver efetuado uma pesquisa antes, o Baixa em lote abrirá contendo a pesquisa feita anteriormente.

 

Para mais informações veja o vídeo abaixo:

[SiEmpresarial/SiOfi/SiForm] Controle Cheque de Terceiros

É muito comum hoje em dia diversos clientes fazerem uso de cheques para efetuar o pagamento dos pedidos. Pensando nisso, nosso ERP oferece diversas soluções para controlar os cheques de terceiros que entram no sistema.

Existem 3 maneiras de se dar entrada em cheques de terceiros em nosso ERP, que são:

  • Entrada do cheque pelo Contas a Receber
  • Entrada do cheque pelo Baixa em Lote do Contas a Receber
  • Entrada manual do cheque pelo Controle de cheque de Terceiros

Além de dar entrada dos cheques em nosso ERP, o usuário consegue também fazer alterações no cheque, além de efetuar diversas operações, como por exemplo:

  • Operação de Deposito de cheques
  • Operação de Devolução de cheques
  • Operação de Repasse de cheque
  • Operação de Cheque Descontado
  • Operação de Cheque Liquidado

Para mais detalhes de como utilizar as opções de cheque veja o vídeo abaixo:

[SiEmpresarial/SiEventos/SiForm/SiOfi] Menu Personalizado

No intuito de facilitar a vida do usuário, foi desenvolvido o Menu personalizado.

Nesse menu, você tem acesso a três opções:

  • Meu menu – Onde o usuário consegue fixar as telas e opções que são mais utilizadas por ele dentro do sistema.
  • Últimos acessos – Telas e opções que foram acessadas recentemente pelo usuário.
  • Configurações – Opção onde o usuário consegue configurar as opções do menu personalizado, como por exemplo, selecionar quais telas e opção serão fixadas no Meu menu.

Ainda assim, caso você não queira visualizar o menu personalizado, basta clicar na opção Ocultar, localizada em configurações.

Segue abaixo um vídeo demonstrativo de como utilizar e configurar o menu personalizado:

[SiEmpresarial/SiOfi/SiEventos] Novo método de transmissão de nota fiscal – NFe

As versões mais recentes do nosso sistema vêm com um novo método para transmissão de notas fiscais que pode ser usado opcionalmente.

As vantagens para usar o novo método são:

  • Possibilidade de transmitir várias notas simultaneamente;
  • Não é necessário instalar módulo adicional no computador (nfe-app);
  • Qualquer computador pode transmitir as notas;
  • É possível transmitir as notas de qualquer computador, mesmo que ele não esteja com o windows atualizado;
  • Possibilidade de acessar as notas transmitidas através no novo portal online de qualquer computador, mesmo que você esteja fora da empresa;

Para efetuar a transmissão em lote, o usuário deverá seguir os seguintes passos:

  • Gerar as notas manualmente ou através do faturamento/pedido
  • Abrir a tela da nota e clicar na opção Nota  NF-e e selecione a opção Novo Método – Transmitir em lote.
  • Nessa janela, temos todas as notas que ainda não foram transmitidas no sistema.
  • Para transmitir várias notas de uma vez basta selecionar as notas que deseja, ou clicar na opção Selecionar Todos que está localizada no rodapé da janela aberta.
  • Em seguida, confirme as opções de visualizar, imprimir ou enviar por e-mail
  • Para finalizar, clicar em Transmitir.

As notas que foram transmitidas com sucesso serão marcadas em verde e as com rejeição serão marcadas em vermelho. Clicando duas vezes sobre a nota transmitira é possível visualizar ela em PDF. Clicando com o botão da direta é possível enviar e-mail para várias destinatários, alem do envio automático.

Lembrando apenas que para uso do novo método é necessário que a empresa tenha certificado modelo A1 (arquivo), e o método antigo irá continuar disponível para uso, caso a empresa prefira.

Abaixo um vídeo demonstrativo.

 

[SiEmpresarial/SiOfi] PDV, Venda Balcão, Nota Fiscal Consumidor (NFCe)

Neste exemplo estarei explicando como funcionam as opções PDV e Venda Balcão, presentes nos sistemas ERP SiEmpresarial e SiOfi.

Os tópicos abordados no vídeo são:

  • Sobre o PDV
  • Como acessar o PDV
  • Adicionando produtos ao PDV
  • Visualizando Produtos e Serviços
  • Opção Cancelar
  • Opção Desconto
  • Finalizando o PDV
  • Modalidades de Pagamento
  • Imprimir Ultimo Pedido
  • Retransmitindo NFCe

OBS: No vídeo é abordado somente o PDV (SiEmpresarial), porém o mesmo se aplica ao Venda Balcão (SiOfi) por serem a mesma função.

 

Atualização Módulo Emissor de NFe – Tradicional

Devido a uma necessidade de atender às novas regras da SEFAZ, a partir da versão 19.25 será necessário fazer uma atualização no módulo de transmissão da NFe.

Essa atualização do módulo não é automática, pois envolve vários procedimentos, assim recomendamos que só faça a atualização para a versão 19.25 quando não tiver nenhum nota (NFe) urgente para ser transmitida.

Mas atenção:

  • Se você já usa o método novo de transmissão, não precisa se preocupar com isso. Pode atualizar normalmente.
  • E, as máquinas que não transmitem NFe também pode ser atualizadas normalmente.

Então, após atualizar para a versão 19.25 e antes de transmitir novas NFe, entre em contato com o suporte para finalizar a atualização do módulo NFe.

Essa atualização deve ser feita até o final do mês, para não correr risco de a sua empresa não conseguir transmitir NFe.

 

 

Comunicado Importante Sobre Certificado Digital

 

Se a sua empresa ainda utiliza o certificado em token ou cartão (A3), essa informação é importante para você.

Com as novas tecnologias que estão surgindo, a evolução do software e, em especial as aplicações em nuvem, aonde o software pode ser acessado de qualquer lugar,  exigem que seja usado o certificado A1 (arquivo) para transmissão de documentos fiscais (NFe, NFCe, MDFe, CTe) pois este modelo não tem limitações físicas para o seu uso.

Há outras vantagens também no uso do certificado A1, como a possibilidade de ser instalado em vários computadores e vários sistemas, pode ser usado ao mesmo tempo em vários lugares, não é necessário uso de leitores externos e nem fazer instalações adicionais.

Desta forma  no momento da renovação do seu certificado você deve optar pelo modelo A1 e não mais os modelos em cartão ou token.

Para emissão de documentos fiscais como NFCe, MDFe, CTe, hoje apenas só é possível ser usado o modelo A1.

Para emissão da NFe, ainda é possível usar o modelo de certificado em token ou cartão, porém isso deve mudar em 2020, quando apenas será possível usar o modelo A1.

Qualquer duvida, entrar em contato.

vIPIDevol: Nota de Devolução emitente simples nacional com IPI

A partir da versão 4 da nota fiscal eletrônica, foi adicionado um novo campo para devolução de IPI, quando o emitente da nota for simples nacional.

Assim, caso precise fazer uma nota de devolução aonde você precise devolver o valor do IPI, deve ser usado esse campo novo para destacar esse valor e não usar o campo IPI ou o valor de outros acréscimos.

Neste exemplo, temos uma nota de devolução já pré preenchida.

Basta clicar duas vezes sobre o item que tem IPI a ser devolvido, clicar no botão Dev.

Informe a porcentagem que está devolvendo, o valor do IPI e também o motivo da devolução e clique OK.

Você vai observar que o total da nota irá ser alterado.

Feito isso, lembre se de informar a chave da nota que está sendo devolvida e acrescentar os dados adicionais necessários e transmitir a nota.

Essas informações se aplicam a empresas Simples Nacional. Para as empresas de regime normal, deve ser usado o campo IPI normalmente para fazer devoluções.

 

Controle de Estoque Mínimo – SiEmpresarial/SiOfi

Nesse vídeo iremos demostrar as funcionalidades do controle do estoque minimo que nosso ERP possui.

Essas informações se aplicam ao SiEmpresarial e também ao SiOfi.

O controle de estoque minimo é fundamental para que a empresa gerencie o seu estoque e também o seu processo de compras, não deixando faltar produtos que são essenciais para o seu negócio.