Rejeição 696: Operação com não contribuinte deve indicar operação com consumidor final

Essa rejeição esta lhe dizendo que no cadastro do seu destinatário no Perfil ICMS não está condizendo com oque foi informado no campo “Consumidor Final” na aba NF-e.

Como Resolver: Você deve entra no cadastro de pessoa de seu destinatário na aba “Fiscal”, la você verá o campo “Perfil ICMS”, precisa ser visto se o seu destinatário condiz com oque esta selecionado no campo. Caso seu destinatário seja perfil 9 “Não contribuinte” você deve ir na sua NF-e e colocar la no campo “Consumidor Final” dentro da aba NF-e o código 1 “Consumidor Final”, agora se o seu destinatário estiver com o Perfil ICMS 1 “Contribuinte ICMS” precisa estar preenchido também a Inscrição Estadual que fica logo abaixo do Perfil ICMS, e você pode voltar na sua NF-e e colocar como 0 “NÃO”
Após fazer a alteração correta tente transmitir.

Rejeição 321: NF-e de devolução não possui documento fiscal referenciado

Causa: Quando for emitida uma NF-e com Finalidade igual à “4 – Devolução de mercadoria” e não for informado documento referenciado que no caso é a chave da NF-e que está sendo devolvido, será retornado a rejeição “321 – NF-e de devolução de mercadoria não possui documento fiscal referenciado”.

Como Resolver: Na aba NF-e você vai clicar nesse nesse ícone e colocar a chave que essa devolução servirá de referencia.

Após isso pode tentar transmitir.

Erros identificados na validação. CST: Tributção pelo ICMS00 – Tributada integralmente

 

Esse erro se refere ao CST do produto, isso pode acontecer porque possivelmente o CST do produto está em branco ou invalido.

Para ajustar, volte na NF-e e abra o produto e observe o seu CST se esta correto e se é o certo para o seu produto, se houver duvidas entre em contato com seu contador que ele vai saber dizer o CST que deve ser posto.

Erros identificados na validação. Logradouro e Bairro

Essa rejeição pode ocorrer se o bairro ou o logradouro do Destinatário ou Transportador estiver invalido. Na maioria dos casos, no bairro ou no logradouro na tela de cadastro fica com um espaço em branco no final que precisa ser apagado, tanto na aba “Geral” do cadastro quanto na aba “Endereços”.
Após modificar o cadastro e salvar tente transmitir novamente.

Rejeição 805: A SEFAZ do destinatário não permite Contribuinte Isento de Inscrição Estadual.

Essa regra é referente a Nota Técnica (NT) 2015.003 e será aplicada a partir de 01/01/2016. A regra diz que os estados listados (AM, BA, CE, GO, MG, MS, MT,PE, RN, SE e SP) passarão a NÃO aprovar notas fiscais cujo o Perfil do ICMS seja igual a 2 (Contribuinte isento de Inscrição).

Caso esteja passando por essa rejeição, a dica é verificar os dados do destinatário, se ele for pessoa física, o Perdil do ICMS deve ser 9. Caso seja pessoa jurídica, verifique se o destinatário realmente é isento de inscrição estadual e preencha corretamente o campo Perfil. Caso seja isento, utilize o Perfil 9. Caso tenha inscrição utilize o Perfil 1.

Para isso, recomendo o site do SINTEGRA (http://www.sintegra.gov.br/), nesse site você consulta consultar a inscrição estadual a partir do CNPJ.

Rejeição 851: Soma do valor das parcelas difere do Valor Líquido da Fatura. Solução

Essa é uma nova exigência do layout da NFe 4.00.

A soma das parcelas da nota fiscal não pode ser diferente do total da nota. O sistema alerta quando essa soma não bate com o total da nota fiscal.

Desta forma, verifique se o total das parcelas é igual ao total da nota. Mesmo quando há variação de centavos, a SEFAZ irá bloquear a transmissão.

Para usuários do SiOfi, será necessário marcar a opção “Não exibir parcelas na DANFE”, pois nas parcelas, para o caso de venda, inclui também o valor do serviço. Para estes usuários poderá ser utilizado botão “$”, para que o valor de cada parcela seja exibido nos dados adicionais da nota. Caso não tenha serviço incluso, esse procedimento não precisará ser feito.

Rejeição 889: Obrigatória a informação do GTIN para o produto. Como solucionar?

A partir de 23/07/2018, a Sefaz-SP passou a obrigar o preenchimento do GTIN, o antigo EAN ou código de barras para transmissão de NFe e NFCe.

Assim, para solucionar essa rejeição informe no cadastro do produto o código de barras correto do mesmo ou caso não tenha código de barras informe o texto “SEM GTIN” (sem as aspas).

Desta forma, a NFe será transmitida.