Rejeição 851: Soma do Valor das Parcelas Difere do Valor Líquido da Fatura

Esta rejeição ocorre quando o valor da soma dos contas a receber que compõem a nota ficam diferentes ao valor total da nota.

Ocorrendo essa rejeição há duas maneiras de resolver o problema, a primeira é usar a opção Não Exibir Parcelas na DANFE, com isso a soma de valores que não serão exibidas não irão interferir na transmissão da nota.

A segunda solução é consertar os valores dos contas a receber, o ajuste deve ser feito para que a soma das parcelas fique igual ao valor total da nota.

Rejeição 852: Número da Parcela Inválido ou Não Informado

Se está com problema para transmitir uma nota, e a rejeição que aparece é número de parcela inválido, então neste post vamos mostrar como resolver o problema em uma nota fiscal própria.

Se esta rejeição ocorrer, com a nota aberta, vá na aba Complemento de sua nota e confira o número das parcelas:

Note que há duas parcelas com números iguais, esta é a causa do problema, e para este caso há duas soluções:

1ª – marcar para não exibir as parcelas na DANFE que fica logo acima das parcelas;

2ª – entrar no contas a receber e alterar o número da parcela;

Neste exemplo alteramos o número da parcela, então basta clicar duas vezes sobre a parcela e altere:

Alterando o número da parcela a nota será alterada:

Rejeição 732: CFOP de Operação Interestadual e idDest <> 2

Se está com problema para transmitir uma nota e a rejeição que aparece é sobre ser uma operação interestadual, então neste post vamos mostrar como resolver o problema em uma nota fiscal própria.

A rejeição de operação interestadual ocorre quando uma nota é emitida de uma venda e o seu cliente é uma empresa fora do estado, ao tentar transmitir a nota com Natureza de Operação interna (venda dentro do estado) ocorre esta rejeição.

Quando ocorrer a rejeição, com a nota já aberta e confirmada, vá para a aba NFe na sua nota, lá encontrará o campo chamado Ind. Dest, que é onde pode definir se a nota irá para fora do estado ou não. Se o seu cliente for de fora do estado então troque o campo Ind. Dest na aba NFe:

1 – Ind. Dest Interno é utilizado para clientes dentro do próprio estado;

2 – Ind. Dest Interestadual é utilizado para clientes fora do estado;

3 – Ind. Dest Externo é para clientes fora do país;

Após trocar para a opção correta salve e transmita novamente.

Importante: sempre é importante também conferir o CFOP utilizado na nota e nos produtos, caso o Ind. Dest esteja correto mas a rejeição continua persistindo confira o CFOP dos produtos. Neste exemplo foi usado CFOP 6.403 mas ele pode variar pelo ramo de atividade da sua empresa ou pelo próprio produto comercializado.

 

Rejeição 728: NF-e sem informação da IE do destinatário

Se está com problema para transmitir uma nota e a rejeição que aparece é sobre Inscrição Estadual do destinatário, então neste post vamos mostrar como resolver o problema em uma nota fiscal própria.

Antes de qualquer alteração, caso não saiba a inscrição do destinatário, consulte no SINTEGRA para que possa pegar a numeração.

Com a nota aberta clique no botão marcado de vermelho para abrir o cadastro do seu destinatário:

Com a tela de cadastro de pessoas aberta siga até a aba Fiscais e note que não tem IE:

Faça o preenchimento da inscrição e salve, após isso tente transmitir a nota novamente.

Se caso a rejeição ocorrer e no cadastro deste destinatário estiver preenchido a inscrição, consulte a numeração para conferir se está correto a inscrição.

Rejeição 778: Informado NCM inexistente

Se está com problema para transmitir uma nota e a rejeição que aparece é sobre o NCM, então neste post vamos mostrar como resolver o problema de NCM em uma nota fiscal própria.

Quando ocorrer a rejeição há dois lugares dentro do sistema que pode consultar o NCM, o primeiro é diretamente no Cadastro de Produtos>Valores Fiscais, confira se o campo do NCM está em branco e preencha, caso esteja preenchido confira se a numeração está correta:

O segundo local onde poderá arrumar é diretamente na nota, caso o NCM esteja em branco ou errado ajuste a numeração, o cadastro do respectivo produto que ajustou o NCM não será alterado, então é importante que altere também no cadastro deste produto para que nas próximas notas não tenha que alterar ou consertar o NCM novamente (esta regra vale para vários tributos e valores fiscais dos produtos e não somente ao NCM).

No nosso exemplo há um produto na nota sem NCM preenchido:

Para preenchê-lo na nota basta clicar duas vezes sobre o produto que será aberto a tela de alteração do produto, logo na parte superior da tela que abrir encontrará o campo NCM:

Após acrescentar ou alterar finalize com o botão OK e então aparecerá na nota e em seguida pode tentar transmitir ela:

 

Importante: caso o NCM esteja preenchido mas continue ocorrendo a rejeição de NCM, recomendamos que entre em contato com seu contador para que possam fornecer as numerações corretas a serem usadas, o NCM também pode ser consultado diretamente na internet pelo site http://www.sefaz.go.gov.br/netaccess/Exportacao/constabpauta.asp

vIPIDevol: Nota de Devolução emitente simples nacional com IPI

A partir da versão 4 da nota fiscal eletrônica, foi adicionado um novo campo para devolução de IPI, quando o emitente da nota for simples nacional.

Assim, caso precise fazer uma nota de devolução aonde você precise devolver o valor do IPI, deve ser usado esse campo novo para destacar esse valor e não usar o campo IPI ou o valor de outros acréscimos.

Neste exemplo, temos uma nota de devolução já pré preenchida.

Basta clicar duas vezes sobre o item que tem IPI a ser devolvido, clicar no botão Dev.

Informe a porcentagem que está devolvendo, o valor do IPI e também o motivo da devolução e clique OK.

Você vai observar que o total da nota irá ser alterado.

Feito isso, lembre se de informar a chave da nota que está sendo devolvida e acrescentar os dados adicionais necessários e transmitir a nota.

Essas informações se aplicam a empresas Simples Nacional. Para as empresas de regime normal, deve ser usado o campo IPI normalmente para fazer devoluções.

 

Rejeição 696: Operação com não contribuinte deve indicar operação com consumidor final

Essa rejeição esta lhe dizendo que no cadastro do seu destinatário no Perfil ICMS não está condizendo com o que foi informado no campo “Consumidor Final” na aba NF-e.

Como Resolver: Você deve entrar no cadastro de pessoa de seu destinatário na aba Fiscal, lá poderá ver o campo “Perfil ICMS”, precisa ser verificado se o seu destinatário condiz com o que esta selecionado no campo. Caso seu destinatário seja perfil 9 “Não contribuinte” você deve ir na sua NF-e e colocar no campo Consumidor Final dentro da aba NF-e o código 1, agora se o seu destinatário estiver com o Perfil ICMS 1 “Contribuinte ICMS” precisa estar preenchido também a Inscrição Estadual que fica logo abaixo do Perfil ICMS, e você pode voltar na sua NF-e e colocar como zero o consumidor final.
Após fazer a alteração correta tente transmitir.

IMPORTANTE: o consumidor final indica se a pessoa destinatário da nota irá revender ou não os produtos da nota. Pessoas com Perfil 1 (Contribuinte) não necessariamente serão sempre consumidores não finais, há casos onde pode ou não ser consumidor final.

Rejeição 321: NF-e de devolução não possui documento fiscal referenciado

Causa: Quando for emitida uma NF-e com Finalidade igual à “4 – Devolução de mercadoria” e não for informado documento referenciado que no caso é a chave da NF-e que está sendo devolvido, será retornado a rejeição “321 – NF-e de devolução de mercadoria não possui documento fiscal referenciado”.

Como Resolver: Na aba NF-e você vai clicar nesse nesse ícone e colocar a chave que essa devolução servirá de referencia.

Após isso pode tentar transmitir.

Erros identificados na validação. CST: Tributção pelo ICMS00 – Tributada integralmente

 

Esse erro se refere ao CST do produto, isso pode acontecer porque possivelmente o CST do produto está em branco ou invalido.

Para ajustar, volte na NF-e e abra o produto e observe o seu CST se esta correto e se é o certo para o seu produto, se houver duvidas entre em contato com seu contador que ele vai saber dizer o CST que deve ser posto.