[SiEmpresarial] Separação do Pedido de Venda

Em alguns casos, principalmente quando a empresa começa a crescer, é necessário separar o departamento de vendas e logística (estoque e expedição). Um é responsável por efetuar as vendas aos clientes, enquanto o outro é responsável por controlar o estoque, e em muitos casos, esses departamentos não se comunicam diretamente. Foi pensando nisso que a função de Separação do Pedido de Venda foi desenvolvida.

Quando um pedido de venda é efetuado no ERP SiEmpresarial, o usuário tem a opção de gerar uma Ordem de Separação, solicitando ao departamento de logística que o pedido de venda seja separado.

Por outro lado, o departamento de logística aguardará a solicitação para então separar o pedido e então confirmar a separação.

Para se utilizar essa opção, os seguintes passos devem ser seguidos:

  • O pedido de vendas deve estar com status confirmado;
  • Após a confirmação do pedido, o usuário deve clicar na opção O.S. (Ordem de Serviço);
  • Com a janela Ordem de Separação aberta, clicar na opção Separação

Após o usuário clicar na opção Separação, o pedido será enviado para o setor de logística, que estará com a opção Controle Separação dos Pedidos de Vendas em execução, aguardando os pedidos a serem separados.

Com a janela de controle aberta, o responsável pela separação irá clicar em confirmar e a janela de separação irá se abrir, então o usuário deverá colocar os seguintes dados:

  • Volumes – Quantidade dos produtos a serem separados;
  • Peso bruto – Peso dos produtos somados ao peso da embalagem;
  • Peso líquido – Peso dos produtos sem o peso da embalagem;
  • Com os campos preenchidos, o usuário deverá clicar na opção separar e confirmar a separação do pedido;

Abaixo um vídeo demonstrativo com todos os passos citados acima:

[SiEmpresarial] Devolução de Produtos Vendidos

Nas últimas versões do sistema que nós disponibilizamos, foi acrescentada a função de Devolução Parcial de Produtos Vendidos.

Essa função pode ser utilizada em duas situações:

  • A primeira, é quando o status do pedido de venda está apenas como confirmado, ou seja, ainda houve o faturamento do pedido, mas o produto já se encontra em reserva.
  • A segunda é quando o pedido de venda já foi faturado e o produto debitado em definitivo do estoque e já foi gerado o contas a receber.

Em ambas as situações, utilizaremos a opção de Devolução Produtos Vendidos.

Para iniciar a devolução do produto através dessa nova função, o usuário deverá seguir os seguintes passos:

  • Navegar até o menu Estoque e selecionar a opção Devolução Produtos Vendidos;
  • Clicar na opção Novo;
  • Digitar o Número do Pedido de Venda ou do Documento de Saída (DS) a ser devolvido;
  • No campo Código Interno, o usuário deverá digitar o código do produto que será devolvido;
  • O próximo passo, é digitar a quantidade que será devolvida no campo Qde Devolvida e clicar no botão com o sinal de soma;
  • Após adicionar os produtos a serem devolvidos, o usuário deverá preencher o campo Motivo Devolução e clicar em Processar;

Vale salientar, que o processo descrito acima deve ser aplicado tanto para pedidos confirmados como para pedidos Faturados. O que diferencia um pedido do outro, é que quando é efetuada a devolução de produto de um pedido faturado, o sistema dá a opção para a empresa decidir o que fazer com o crédito que o cliente receberá.

As opções são:

  • Vale Crédito – O cliente receberá m vale crédito no valor da devolução para a próxima compra.
  • Desconto contas a receber – Caso seja um cliente que possui contas em aberto, para abater o valor dessas contas.
  • Lançar contas a pagar – Caso o cliente não seja frequente no estabelecimento.

Lembrando também que em caso de devolução total de um pedido ou de um DS, verifique a possibilidade de fazer o cancelamento deles. Essa função é mais indicada quando há devolução parcial.

Abaixo um vídeo demonstrativo:

[SiEmpresarial/SiOfi/SiEventos] Novo método de transmissão de nota fiscal – NFe

As versões mais recentes do nosso sistema vêm com um novo método para transmissão de notas fiscais que pode ser usado opcionalmente.

As vantagens para usar o novo método são:

  • Possibilidade de transmitir várias notas simultaneamente;
  • Não é necessário instalar módulo adicional no computador (nfe-app);
  • Qualquer computador pode transmitir as notas;
  • É possível transmitir as notas de qualquer computador, mesmo que ele não esteja com o windows atualizado;
  • Possibilidade de acessar as notas transmitidas através no novo portal online de qualquer computador, mesmo que você esteja fora da empresa;

Para efetuar a transmissão em lote, o usuário deverá seguir os seguintes passos:

  • Gerar as notas manualmente ou através do faturamento/pedido
  • Abrir a tela da nota e clicar na opção Nota  NF-e e selecione a opção Novo Método – Transmitir em lote.
  • Nessa janela, temos todas as notas que ainda não foram transmitidas no sistema.
  • Para transmitir várias notas de uma vez basta selecionar as notas que deseja, ou clicar na opção Selecionar Todos que está localizada no rodapé da janela aberta.
  • Em seguida, confirme as opções de visualizar, imprimir ou enviar por e-mail
  • Para finalizar, clicar em Transmitir.

As notas que foram transmitidas com sucesso serão marcadas em verde e as com rejeição serão marcadas em vermelho. Clicando duas vezes sobre a nota transmitira é possível visualizar ela em PDF. Clicando com o botão da direta é possível enviar e-mail para várias destinatários, alem do envio automático.

Lembrando apenas que para uso do novo método é necessário que a empresa tenha certificado modelo A1 (arquivo), e o método antigo irá continuar disponível para uso, caso a empresa prefira.

Abaixo um vídeo demonstrativo.

 

[SiEmpresarial] Cadastro de Produto

Neste exemplo estarei explicando como cadastrar produtos no sistema ERP SiEmpresarial.

Os tópicos abordados no vídeo são:

  • Preenchimento da guia gerais
  • Estoque
  • Valores Fiscais
  • Condições
  • Cálculo Custo
  • Entradas e Saídas
  • Tributação
  • Códigos, log, Similares
  • Info
  • Funcionalidades Importantes

Links do posts mencionados nos vídeos:

 

[SiEmpresarial/SiOfi] PDV, Venda Balcão, Nota Fiscal Consumidor (NFCe)

Neste exemplo estarei explicando como funcionam as opções PDV e Venda Balcão, presentes nos sistemas ERP SiEmpresarial e SiOfi.

Os tópicos abordados no vídeo são:

  • Sobre o PDV
  • Como acessar o PDV
  • Adicionando produtos ao PDV
  • Visualizando Produtos e Serviços
  • Opção Cancelar
  • Opção Desconto
  • Finalizando o PDV
  • Modalidades de Pagamento
  • Imprimir Ultimo Pedido
  • Retransmitindo NFCe

OBS: No vídeo é abordado somente o PDV (SiEmpresarial), porém o mesmo se aplica ao Venda Balcão (SiOfi) por serem a mesma função.

 

[SiEmpresarial] – Consulta de Produtos

Neste exemplo, estarei explicando como funciona a tela de Consulta de Produtos do nosso ERP SiEmpresarial.

Os tópicos abordados no vídeo são:

  • Campo Busca
  • Conector de Tags ‘%’
  • Campo Refinar
  • Campo Código Exato
  • Opção Imprimir
  • Filtros de pesquisa
  • Visualização do Grid
  • Opções do Menu de Contexto

 

[SiEmpresarial] – Cadastrando Pessoas

Neste exemplo, será demonstrado como efetuar o cadastro de pessoas no ERP SiEmpresarial.

Os tópicos abordados no vídeo foram:

  • Cadastro Manual de Pessoas
  • Dados da Pessoa
  • E-mail Principal
  • Dados Fiscais
  • Endereços de entrega, cobrança e outros endereços
  • Exibir um cadastro existente
  • Funcionalidades da aba Histórico
  • Aba Informações
  • Dados Comerciais
  • Log de alterações
  • Cadastro de pessoas pelo CNPJ

 

 

Atualização Módulo Emissor de NFe – Tradicional

Devido a uma necessidade de atender às novas regras da SEFAZ, a partir da versão 19.25 será necessário fazer uma atualização no módulo de transmissão da NFe.

Essa atualização do módulo não é automática, pois envolve vários procedimentos, assim recomendamos que só faça a atualização para a versão 19.25 quando não tiver nenhum nota (NFe) urgente para ser transmitida.

Mas atenção:

  • Se você já usa o método novo de transmissão, não precisa se preocupar com isso. Pode atualizar normalmente.
  • E, as máquinas que não transmitem NFe também pode ser atualizadas normalmente.

Então, após atualizar para a versão 19.25 e antes de transmitir novas NFe, entre em contato com o suporte para finalizar a atualização do módulo NFe.

Essa atualização deve ser feita até o final do mês, para não correr risco de a sua empresa não conseguir transmitir NFe.

 

 

Comunicado Importante Sobre Certificado Digital

 

Se a sua empresa está prestes a renovar o seu certificado digital, essa informação é importante para você.

Com as novas tecnologias que estão surgindo, em especial as aplicações em nuvem, aonde o software pode ser acessado de qualquer lugar,  exigem que seja usado o certificado A1 (arquivo) para transmissão de documentos fiscais (NFe, NFCe, MDFe, CTe) pois este modelo não tem limitações físicas para o seu uso.

Há outras vantagens também no uso do certificado A1, como a possibilidade de ser instalado em vários computadores e vários sistemas, pode ser usado ao mesmo tempo em vários lugares, não é necessário uso de leitores externos e nem fazer instalações adicionais.

Desta forma recomendamos que no momento da renovação do seu certificado você opte pelo modelo A1 e não mais os modelos em cartão ou token.

Para emissão de documentos fiscais como NFCe, MDFe, CTe, hoje apenas só é possível ser usado o modelo A1.

Para emissão da NFe, ainda é possível usar o modelo de certificado em token ou cartão, porém isso deve mudar em 2020, quando apenas será possível usar o modelo A1.

Qualquer duvida, entrar em contato.

vIPIDevol: Nota de Devolução emitente simples nacional com IPI

A partir da versão 4 da nota fiscal eletrônica, foi adicionado um novo campo para devolução de IPI, quando o emitente da nota for simples nacional.

Assim, caso precise fazer uma nota de devolução aonde você precise devolver o valor do IPI, deve ser usado esse campo novo para destacar esse valor e não usar o campo IPI ou o valor de outros acréscimos.

 

 

Neste exemplo, temos uma nota de devolução já pré preenchida.

Basta clicar duas vezes sobre o item que tem IPI a ser devolvido, clicar no botão Dev.

Informe a porcentagem que está devolvendo, o valor do IPI e também o motivo da devolução e clique OK.

Você vai observar que o total da nota irá ser alterado.

Feito isso, lembre se de informar a chave da nota que está sendo devolvida e acrescentar os dados adicionais necessários e transmitir a nota.

Essas informações se aplicam a empresas Simples Nacional. Para as empresas de regime normal, deve ser usado o campo IPI normalmente para fazer devoluções.