[NFe] Série da NFe: o que é, e qual usar?

O que é?

Um campo obrigatório para a emissão fiscal é a série da NFe que segue um padrão definido pela SEFAZ. A série da NFe auxilia no controle das emissões de notas e identificação do tipo de emissão. A numeração sequencial segue algumas regras e é essencial que o seu preenchimento esteja correto para não ocorrer rejeições na hora da emissão de sua NFe.

Qual usar?

Para quem é cliente de nossos sistemas, ou seja, processo de emissão próprio de NFe, devem usar as seguintes faixas de numeração:
Para emissor CNPJ: de 000 à 889;
Para emissor CPF: de 920 à 969;

Importante comentar que normalmente o CNPJ define um único estabelecimento (uma única filial da empresa na UF), com um único endereço e uma única Inscrição Estadual. No caso do Produtor Rural, isso muda e existem casos onde o mesmo CNPJ participa de vários Estabelecimentos Rurais (várias Inscrições Estaduais).
Nestes casos, o CNPJ na Chave de Acesso pode não identificar uma única Inscrição Estadual na UF.
O mesmo ocorre para o Produtor Rural identificado pelo seu CPF, sendo mais comum ainda a participação do mesmo CPF em diferentes estabelecimentos rurais (várias Inscrições Estaduais de Produtor Rural) na mesma UF.

Numeração da NF-e por Estabelecimento Rural (Inscrição Estadual)

No caso de Produtor Rural, Pessoa Física, na Chave de Acesso consta o CPF do Emitente, mas não consta a Inscrição Estadual.
Esta realidade traz uma dificuldade para poder gerenciar a numeração das NF-e por Inscrição Estadual, caso o CPF possua vários estabelecimentos rurais.
Exemplificando, para o mesmo CPF, a NF-e número 1 pode ser para uma determinada Inscrição Estadual e a NF-e número 2 pode ter sido
autorizada para outra Inscrição Estadual de Produtor Rural.
Nestes casos, o contribuinte deverá utilizar Séries específicas para cada estabelecimento, na faixa 920 a 969.

[SiEmpresarial/SiEventos/SiForm/SiOfi] Conferindo Boletos Registrados

Neste post estaremos mostrando como é possível checar se os boletos enviados aos bancos estão registrados com sucesso.

OBS.: Antes que faça isso é necessário já ter feito o processamento de arquivo de retorno no sistema, temos um post sobre como pode ser feito: http://suporte.f5sg.com.br/?p=2217

Para que se possa checar os registros vamos utilizar o Relatório de Borderô de Cobrança e o Contas a Receber.

Para que possa acessar o relatório deve ir em Relatórios>Financeiro>Borderô de Cobrança:

Será aberto a tela de relatório de borderô, para que possar gerar o relatório deve informar a data de emissão dos boletos ou o vencimento, qualquer um dos filtros pode ser usado mas pelos menos um deles deve ser informado, após informar o período deve selecionar o banco e a respectiva conta corrente e clicar em OK:

Será gerado o relatório na tela para você, e é neste momento que verá quais boletos foram registrados ou não, se notarem na imagem, os lançamentos destacados em amarelo estão com data de registro, o que significa que estes boletos estão sim registrados, os lançamentos destacados em vermelho não possuem data de registro, o que indica que não estão registrados. Segue na figura abaixo a explicação:

Deve se perguntar o porque estes lançamentos não possuem registros, pode haver vários motivos envolvidos no não registro do boleto, alguns dele podem ser cadastro errado, vencimento errado, cadastro sem CPF, endereço errado, CEP errado, falta de processar os arquivos de retorno, entre outros. Nestes casos se tiverem dúvidas entrem em contato com o suporte da F5 Software para que possamos dar auxilio no problema.

A outra maneira de poderem checar os registros é através do Contas a Receber, para que possa ver acesse a tela de contas a receber, pesquise o respectivo lançamento que deseja conferir o registro e siga até a aba de cobrança, lá será mostrado o registro:

[SiEmpresarial/SiEventos/SiForm/SiOfi] Processando Arquivo de Retorno de Cobrança

Neste post estaremos mostrando os passos para processar os arquivos de retorno dos bancos.

OBS.: antes de realizar o procedimento de processar os arquivos é necessário que baixe retornos do site do seu banco para o computador, de preferência em um local onde possa armazenar todos os outros futuros retornos.

Na tela principal acesse Financeiro>Contas Receber>Processar Arquivo Retorno Cobrança:

Será aberto a tela abaixo para processar o arquivo, estando aberta a tela coloque a empresa, o respectivo banco, agência, feito isso deve clicar no botão destacado em vermelho para que possa procurar o arquivo de retorno:

Faça a procura do arquivo no local onde salvou do site:

Depois de aberto o caminho e o formato serão preenchidos automaticamente, onde está destacado na imagem, então clique em OK e o retorno será processado:

O processamento dos arquivos podem ser demorados dependendo da quantidade de boletos que foram emitidos, então nunca feche a tela até que tudo seja processado. Após o processo dos arquivos será exibido um pequeno relatório contendo os boletos que foram registrados e os que foram rejeitados.

OBS.: É muito importante entender o número da  OCORRÊNCIA que aparece no relatório de ocorrência, algumas delas ocorrem mais frequentemente do que outras, as principais são:

Ocorrência 02: o boleto foi registrado e está tudo ok;

Ocorrência 03: o registro do boleto foi rejeitado, então é necessário fazer as devidas correções e enviar novamente ao banco;

Ocorrência 06: o boleto já foi pago e sistema deu baixa automaticamente;

Ocorrência onde aparece “Nosso Número Não Encontrado”: o boleto foi registrado e pago mas o sistema não conseguiu identificar o pagamento, nesses casos é é possível fazer a baixa manualmente no sistema e deve verificar o que aconteceu na ocorrência;

 

As demais ocorrências onde os casos são menores de acontecer são:

Ocorrência 04: uma transferência de carteira/entrada;

Ocorrência 05: uma transferência de carteira/baixa;

Ocorrência 09: foi dado baixa no contas a receber;

Ocorrência 11: títulos em carteira;

Ocorrência 12: está em confirmação de recebimento com instrução de abatimento;

Ocorrência 13: está em confirmação de recebimento do cancelamento de abatimento;

Ocorrência 14: está em confirmação de recebimento com instrução de alteração de vencimento;

Ocorrência 15: franco de pagamento;

Ocorrência 17: boleto pago após ser dado baixa ou liquidação de um título não registrado;

Ocorrência 19: uma confirmação de recebimento com instrução de protesto;

Ocorrência 20: uma confirmação de recebimento com instrução de sustação ou cancelamento de protesto;

Ocorrência 23: remessa em cartório;

Ocorrência 24: retirada de cartório e uma manutenção em carteira;

Ocorrência 25: baixa por ter sido protestado;

Ocorrência 26: instrução foi rejeitada;

Ocorrência 27: uma confirmação de um pedido de alteração de dados;

Ocorrência 28: débito de tarifas e custas;

Ocorrência 29: alguma ocorrência direta do sacado;

Ocorrência 30: um pedido de alteração de dados rejeitado;

Ocorrência 44: um boleto pago com cheque devolvido;

Ocorrência 50: um boleto pago com cheque pendente de compensação;

[SiEmpresarial / NFe Agro] Inserindo Arquivo de Saldo de ICMS

Neste post estaremos mostrando como inserir um anexo de saldo ICMS no sistema para ser consultado no aplicativo NFe Agro pelo produtor.

Primeiro, no SiEmpresarial, devemos acessar aba Fiscal > Movimentação ICMS:

Após acessar a tela de Controle de Movimentação ICMS, você irá escolher a empresa ativa para qual irá subir o arquivo e depois clicar em “Arq. Saldo”:

Então irá encontrar e selecionar o arquivo para ser anexado no sistema, basta clicar 2x para selecionar o arquivo:

Após abrir o arquivo de saldo, o mesmo poderá ser visualizado acessando a opção: “Arq. Saldo > Visualizar Arquivo”:

Já no app NFe Agro, o produtor acessará o arquivo no menu “MOVIMENTAÇÃO ICMS”, botão “EXTRATO SALDO”:

[SiEmpresarial/SiOfi] Bloqueando Pessoas em Lote

Neste post estaremos ensinando como bloquear várias pessoas (clientes) em lote.

Primeiro vá em Financeiro>Limite de Crédito:

após entrar na tela de Limite de Crédito vá até a aba bloqueados e haverá um botão azul Adic. Lote:

na tela você irá filtrar por cobrança, pode utilizar a opção pra selecionar todos ou se preferir selecione manualmente as pessoas que serão bloqueadas, em seguida dê OK:

após clicar em OK a tela bloqueados aparecerá as pessoas escolhidas para bloqueio:

Ajuste de valores de CONTA/CAIXA

*ESSE PROCEDIMENTO É INDICADO QUANDO SERÁ COLOCADO O SALDO INICIAL DA(S) CONTA(S) OU EM ALGUNS OUTROS CASOS ESPECÍFICOS ONDE É NECESSÁRIO AJUSTAR ALGUNS SALDOS*

As vezes pode ocorrer da empresa precisar ajustar valores que estão em alguns CAIXAS, querendo debitar até acertar o valor ou creditar. Caso isso ocorra, pode-se fazer MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA. Para isso, siga os passos:

Será aberta a seguinte tela, clique no botão INCLUIR TRANSF.

A seguinte tela será aberta:

Com tudo certo, clique em OK e depois verifique se o valor em caixa da conta selecionada está correto.

[SiEmpresarial] Gerando NF de várias DS

Neste post ensinaremos como gerar uma nota de vários pedidos gerados como Documentos de Saída.

OBS.: para que isso seja possível os pedidos devem ser do mesmo cliente e a operação seja VENDA DS para que não ocorra conflito de pedidos.

Para começar abra a tela Controle de Pedidos de Venda:

Em seguida utilize o filtro para encontrar os pedidos e assim que pesquisar clique 2x sob o pedido para selecionar:

Coloque para faturar como DS:

Para cada Pedido de Venda selecionado aparecerá a tela de escolha de faturamento para que seja faturado.

Após faturar todos os pedidos desejados, vá até a tela de Gerar NF de DS:

Utilize novamente o filtro para encontrar os pedidos que acabaram de ser faturados:

Após selecionar todos os pedidos, com o botão Selecionar Todos, você deve clicar no botão NFe, com isso será gerado a nota dos pedidos de venda, lembrando que será gerado apenas uma nota para todos os pedidos e não uma nota para cada.

A nota será aberta.

[SiEmpresarial/SiOfi] Importando Cadastro de Produtos entre Empresas Ativas

Se você utiliza mais de uma empresa ativa no nosso sistema e precisa importar o cadastro dos produtos de uma empresa ativa para outra, neste post ensinaremos como isso pode ser feito de forma simples e rápida.

Primeiro vá até a Aba Cadastros Gerais>Empresa:

Com a tela da empresa aberta vá em Configurações>Produtos:

Ao clicar no botão produtos será aberta a tela de importação dos produtos:

Existem algumas opções que possam se encaixar à sua necessidade, neste exemplo vamos utilizar a opção Importar somente os produtos NÃO cadastrados, que irá importar os produtos que estão cadastrados na empresa 1 para a empresa 2 que não possui todos os cadastros:

Após selecionar as empresas Origem e Destino para importação basta clicar em executar que será feito.

[SiEmpresarial] Gerar NF de Remessa do Pedido de Venda

Neste post iremos mostrar como gerar uma nota fiscal de remessa a partir de um pedido de venda.
É utilizado quando a empresa precisa gerar uma nota de simples remessa com os mesmos itens do pedido de venda, que pode estar faturado ou não.

Para que possam gerar a nota é necessário antes criar um tipo de saída antes:

Após configurar o tipo de saída, para gerar a Nota de Remessa do Pedido é necessário que o pedido já esteja pronto e com Status CONFIRMADO ou FINALIZADO, não pode estar em ORÇAMENTO:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para gerar a nota de remessa vá até a aba COMPLEMENTO,  Nota Remessa:

Ao clicar para gerar a nota aparecerá a tela de preenchimento, na operação a ser escolhida fica a critério da empresa qual operação pode ser usada:

Após confirmar voltará na tela com a nota gerada com sucesso:

A nota pode ser aberta a qualquer momento e notem que ela está com Status de LANÇADA, então ainda há possibilidade de alterar algo que seja necessário na nota antes da confirmação dela: