[SiEmpresarial] NFe – Operações em lote

Para agilizar as operações com as notas fiscais (NFe), foi desenvolvida a tela Operações em lote.

Essa função possui diversas vantagens:

  • Visualização das notas que já foram transmitidas e autorizadas para uso
  • Impressão da segunda via da nota
  • Envio dessas notas por e-mail
  • Transmissão das notas por ambos os métodos, tanto antigo quanto novo

Para utilizar a função de operação em lote, o usuário deverá seguir os seguintes passos:

  • Abrir o menu Fiscal e selecionar a opção Nota Fiscal Própria (NFe) – Operação em Lote
  • Utilizar as opções de filtragem e pesquisar pelas notas que serão transmitidas
  • Após a pesquisa, temos todas as notas que ainda não foram transmitidas e as que já foram autorizadas
  • Em seguida selecione a operação em lote que deseja utilizar.

Abaixo um vídeo demonstrativo:

Utilizando o Portal de Documentos Fiscais emitidos

Com a implementação do novo método de transmissão de documentos fiscais, as empresas agora têm acesso ao Portal de Documentos Fiscais Eletrônicos ou Portal DFe.

Ao acessar o portal, o usuário deverá inserir o login da empresa e caso não possuam um login de acesso, basta entrar em contato com nossa equipe de suporte para estar solicitando o mesmo.

Uma vez no portal, o usuário conseguirá consultar todos os documentos fiscais emitidos:

  • NF-e – Nota Fiscal;
  • NFC-e – Nota Fiscal ao Consumidor;
  • MDF-e – Manifesto;
  • CT-e – Conhecimento de Frete

Além disso, o usuário conseguirá:

  • Filtrar a listagem desses documentos através dos filtros que são disponibilizados;
  • Fazer download dos XML individualmente ou em lote;
  • Fazer o download do PDF de Notas Fiscais Eletrônicas;
  • Gerar um PDF com a listagem de todos os documentos fiscais;
  • Enviar em lote todos os documentos por e-mail.

Em seguida um vídeo demonstrativo de como fazer a utilização do portal:

[SiEmpresarial/SiOfi/SiEventos] Novo método de transmissão de nota fiscal – NFe

As versões mais recentes do nosso sistema vêm com um novo método para transmissão de notas fiscais que pode ser usado opcionalmente.

As vantagens para usar o novo método são:

  • Possibilidade de transmitir várias notas simultaneamente;
  • Não é necessário instalar módulo adicional no computador (nfe-app);
  • Qualquer computador pode transmitir as notas;
  • É possível transmitir as notas de qualquer computador, mesmo que ele não esteja com o windows atualizado;
  • Possibilidade de acessar as notas transmitidas através no novo portal online de qualquer computador, mesmo que você esteja fora da empresa;

Para efetuar a transmissão em lote, o usuário deverá seguir os seguintes passos:

  • Gerar as notas manualmente ou através do faturamento/pedido
  • Abrir a tela da nota e clicar na opção Nota  NF-e e selecione a opção Novo Método – Transmitir em lote.
  • Nessa janela, temos todas as notas que ainda não foram transmitidas no sistema.
  • Para transmitir várias notas de uma vez basta selecionar as notas que deseja, ou clicar na opção Selecionar Todos que está localizada no rodapé da janela aberta.
  • Em seguida, confirme as opções de visualizar, imprimir ou enviar por e-mail
  • Para finalizar, clicar em Transmitir.

As notas que foram transmitidas com sucesso serão marcadas em verde e as com rejeição serão marcadas em vermelho. Clicando duas vezes sobre a nota transmitira é possível visualizar ela em PDF. Clicando com o botão da direta é possível enviar e-mail para várias destinatários, alem do envio automático.

Lembrando apenas que para uso do novo método é necessário que a empresa tenha certificado modelo A1 (arquivo), e o método antigo irá continuar disponível para uso, caso a empresa prefira.

Abaixo um vídeo demonstrativo.

 

Rejeição 328: CFOP de devolução de mercadoria para NFe que não tem finalidade de devolução de mercadoria. Como resolver?

Rejeição 328: CFOP de devolução de mercadoria para NFe que não tem finalidade de devolução de mercadoria

Causa

Tentativa de emitir uma nota fiscal com CFOP de Devolução de Mercadoria e a Finalidade da nota for diferente de  4 – devolução de mercadoria.

Como Resolver

Deve-se alterar a finalidade da NF-e para 4  – devolução de mercadoria. Caso a NF-e não for de devolução, então será necessário corrigir o CFOP e escolher um que se adeque a operação. Feito isso basta tentar transmitir novamente.

Tabela CFOPs que exigem finalidade 4 – devolução de mercadoria:

1.201 Devolução de venda de produção do estabelecimento
1.202 Devolução de venda de mercadoria adquirida ou recebida de terceiros
1.203 Devolução de venda de produção do estabelecimento, destinada à ZFM ou ALC
1.204 Devolução de venda de mercadoria adquirida ou recebida de terceiros, destinada à ZFM ou ALC
1.208 Devolução de produção do estabelecimento, remetida em transferência
1.209 Devolução de mercadoria adquirida ou recebida de terceiros, remetida em transferência
1.212 Devolução de venda no mercado interno de mercadoria industrializada e insumo importado sob o Regime Aduaneiro Especial de Entreposto Industrial (Recof-Sped)
1.410 Devolução de venda de mercadoria, de produção do estabelecimento, sujeita a ST
1.411 Devolução de venda de mercadoria adquirida ou recebida de terceiros em operação com mercadoria sujeita a ST
1.503 Entrada decorrente de devolução de produto, de fabricação do estabelecimento, remetido com fim específico de exportação
1.504 Entrada decorrente de devolução de mercadoria remetida com fim específico de exportação, adquirida ou recebida de terceiros
1.505 Entrada decorrente de devolução simbólica de mercadoria remetida p/ formação de lote de exportação, de produto industrializado ou produzido pelo próprio estabelecimento.
1.506 Entrada decorrente de devolução simbólica de mercadoria, adquirida ou recebida de terceiros, remetida p/ formação de lote de exportação.
1.553 Devolução de venda de bem do ativo imobilizado
1.660 Devolução de venda de combustível ou lubrificante destinados à industrialização subseqüente
1.661 Devolução de venda de combustível ou lubrificante destinados à comercialização
1.662 Devolução de venda de combustível ou lubrificante destinados a consumidor ou usuário final
1.918 Devolução de mercadoria remetida em consignação mercantil ou industrial
1.919 Devolução simbólica de mercadoria vendida ou utilizada em processo industrial, remetida anteriormente em consignação mercantil ou industrial
2.201 Devolução de venda de produção do estabelecimento
2.202 Devolução de venda de mercadoria adquirida ou recebida de terceiros
2.203 Devolução de venda de produção do estabelecimento destinada à ZFM ou ALC
2.204 Devolução de venda de mercadoria adquirida ou recebida de terceiros, destinada à ZFM ou ALC
2.208 Devolução de produção do estabelecimento, remetida em transferência.
2.209 Devolução de mercadoria adquirida ou recebida de terceiros e remetida em transferência
2.212 Devolução de venda no mercado interno de mercadoria industrializada e insumo importado sob o Regime Aduaneiro Especial de Entreposto Industrial (Recof-Sped)
2.410 Devolução de venda de produção do estabelecimento, quando o produto sujeito a ST
2.411 Devolução de venda de mercadoria adquirida ou recebida de terceiros em operação com mercadoria sujeita a ST
2.503 Entrada decorrente de devolução de produto industrializado pelo estabelecimento, remetido com fim específico de exportação
2.504 Entrada decorrente de devolução de mercadoria remetida com fim específico de exportação, adquirida ou recebida de terceiros
2.505 Entrada decorrente de devolução simbólica de mercadoria remetida p/ formação de lote de exportação, de produto industrializado ou produzido pelo próprio estabelecimento.
2.506 Entrada decorrente de devolução simbólica de mercadoria, adquirida ou recebida de terceiros, remetida p/ formação de lote de exportação.
2.553 Devolução de venda de bem do ativo imobilizado
2.660 Devolução de venda de combustível ou lubrificante destinados à industrialização subseqüente
2.661 Devolução de venda de combustível ou lubrificante destinados à comercialização
2.662 Devolução de venda de combustível ou lubrificante destinados a consumidor ou usuário final
2.918 Devolução de mercadoria remetida em consignação mercantil ou industrial
2.919 Devolução simbólica de mercadoria vendida ou utilizada em processo industrial, remetida anteriormente em consignação mercantil ou industrial
3.201 Devolução de venda de produção do estabelecimento
3.202 Devolução de venda de mercadoria adquirida ou recebida de terceiros
3.211 Devolução de venda de produção do estabelecimento sob o regime de drawback
3.212 Devolução de venda no mercado externo de mercadoria industrializada sob o Regime Aduaneiro Especial de Entreposto Industrial (Recof-Sped)
3.503 Devolução de mercadoria exportada que tenha sido recebida com fim específico de exportação
3.553 Devolução de venda de bem do ativo imobilizado
5.201 Devolução de compra p/ industrialização ou produção rural
5.202 Devolução de compra p/ comercialização
5.208 Devolução de mercadoria recebida em transferência p/ industrialização ou produção rural
5.209 Devolução de mercadoria recebida em transferência p/ comercialização
5.210 Devolução de compra p/ utilização na prestação de serviço
5.410 Devolução de compra p/ industrialização de mercadoria sujeita a ST
5.411 Devolução de compra p/ comercialização em operação com mercadoria sujeita a ST
5.412 Devolução de bem do ativo imobilizado, em operação com mercadoria sujeita a ST
5.413 Devolução de mercadoria destinada ao uso ou consumo, em operação com mercadoria sujeita a ST.
5.503 Devolução de mercadoria recebida com fim específico de exportação
5.553 Devolução de compra de bem p/ o ativo imobilizado
5.555 Devolução de bem do ativo imobilizado de terceiro, recebido p/ uso no estabelecimento
5.556 Devolução de compra de material de uso ou consumo
5.660 Devolução de compra de combustível ou lubrificante adquiridos p/ industrialização subseqüente
5.661 Devolução de compra de combustível ou lubrificante adquiridos p/ comercialização
5.662 Devolução de compra de combustível ou lubrificante adquiridos por consumidor ou usuário final
5.918 Devolução de mercadoria recebida em consignação mercantil ou industrial
5.919 Devolução simbólica de mercadoria vendida ou utilizada em processo industrial, recebida anteriormente em consignação mercantil ou industrial
5.921 Devolução de vasilhame ou sacaria
6.201 Devolução de compra p/ industrialização ou produção rural
6.202 Devolução de compra p/ comercialização
6.208 Devolução de mercadoria recebida em transferência p/ industrialização ou produção rural
6.209 Devolução de mercadoria recebida em transferência p/ comercialização
6.210 Devolução de compra p/ utilização na prestação de serviço
6.410 Devolução de compra p/ industrialização ou ptrodução rural quando a mercadoria sujeita a ST
6.411 Devolução de compra p/ comercialização em operação com mercadoria sujeita a ST
6.412 Devolução de bem do ativo imobilizado, em operação com mercadoria sujeita a ST
6.413 Devolução de mercadoria destinada ao uso ou consumo, em operação com mercadoria sujeita a ST
6.503 Devolução de mercadoria recebida com fim específico de exportação
6.553 Devolução de compra de bem p/ o ativo imobilizado
6.555 Devolução de bem do ativo imobilizado de terceiro, recebido p/ uso no estabelecimento
6.556 Devolução de compra de material de uso ou consumo
6.660 Devolução de compra de combustível ou lubrificante adquiridos p/ industrialização subseqüente
6.661 Devolução de compra de combustível ou lubrificante adquiridos p/ comercialização
6.662 Devolução de compra de combustível ou lubrificante adquiridos por consumidor ou usuário final
6.918 Devolução de mercadoria recebida em consignação mercantil ou industrial
6.919 Devolução simbólica de mercadoria vendida ou utilizada em processo industrial, recebida anteriormente em consignação mercantil ou industrial
6.921 Devolução de vasilhame ou sacaria
7.201 Devolução de compra p/ industrialização ou produção rural
7.202 Devolução de compra p/ comercialização
7.210 Devolução de compra p/ utilização na prestação de serviço
7.211 Devolução de compras p/ industrialização sob o regime de drawback
7.212 Devolução de compras para industrialização sob o regime de Regime Aduaneiro Especial de Entreposto Industrial (Recof-Sped)
7.553 Devolução de compra de bem p/ o ativo imobilizado
7.556 Devolução de compra de material de uso ou consumo

Referência
Nota Técnica: Técnica 2015/002 (v. 1.40)
Tabela CFOP: 160314_Tabela_CFOP

Rejeição 232: IE do destinatário não informada – Como resolver?

Rejeição 232 – IE do destinatário não informada

 

Causa

Quando for emitida uma NF-e para Destinatário, identificado como Isento ou Não Contribuinte, que possui Inscrição Estadual (IE) ativa no seu Estado (UF) e essa não for informada em seu cadastro, será retornado a rejeição “232 – IE do destinatário não informada”.

Como Resolver

Deve-se verificar se há Inscrição Estadual vinculado ao CNPJ do Destinatário da NF-e. Para isso, consulte no SINTEGRA, utilizando o CNPJ do Destinatário. Se existir uma Inscrição Estadual vinculada ao CNPJ, a consulta mostrará. Para acessar o SINTEGRA clique aqui.

Após as devidas correções, basta tentar transmitir a NF-e novamente.

Tutorial – NFe de Devolução

Para começar a fazer a NFe clique no botão “NOTA FISCAL” ou no Menu superior “ESTOQUE” > “NOTA FISCAL PROPRIA”.

A seguinte tela será mostrada:

ScreenHunter_02 Jul. 28 16.30

Clique no botão “NOVO”:

ScreenHunter_16 Jul. 29 14.07

 

Selecione um TIPO DE SAÍDA para Devolução/Garantia, os quais seriam “AJUSTE DE ESTOQUE”, “TRANSFERÊNCIA” ou “GARANTIA”:  ScreenHunter_04 Jul. 28 16.37

 

Após escolhido o TIPO DE SAÍDA preencha os campos de DESTINATÁRIO e CFOP (para preenchimento deste campo deverá haver consulta ao fornecedor do produto e/ou CFOP compatível com nota de compra do Produto) e clique no botão “SALVAR”, a NFe devera ficar como mostrado na seguinte tela:

ScreenHunter_21 Jul. 29 14.16

 

Após salva a NFe, entre na aba Produtos e clique no botão “INCLUIR” para adicionar os produtos; como mostrado na seguinte tela:

ScreenHunter_18 Jul. 29 14.09

Clique no botão “Pesquisar” ao lado dos campos de Produto para adicionar um dos produtos que estarão sendo devolvidos, os campos de Base Icms, Aliq. Icms e Aliq. IPI deverão ser preenchidos depois de consulta ao fornecedor.

Ao adicionar os produtos verifique se o cadastro de cada um deles foi feito corretamente de acordo com a nota de compra ou informações passadas pelo fornecedor, para abrir o cadastro do produto de um duplo-clique no produto desejado o qual irá abrir a seguinte tela:

ScreenHunter_19 Jul. 29 14.11

Alguns dados devem ser analisados e alterados antes de confirmar sua NFe;

Para CFOPs X.411 e X.202 deve ser informado a CHAVE DE NOTA DE COMPRA no campo REFERENCIA, tanto quanto informar FINALIDADE = 4 na aba NFe.

 

ScreenHunter_20 Jul. 29 14.12

Após verificado as informações clicar no botão “CONFIRMAR”, selecionar a opção “SIM”, e Transmita a NFe;

Se a SEFAZ proceder sua NFe, a DANFE da mesma aparecerá na tela.